Memorial Chico Mendes realiza Capacitação na Resex do Rio Jutaí

Dentro do projeto de instalação de tecnologias sociais do Sanear Amazonas está incluso atividades de capacitação para as comunidades que serão beneficiadas pela política de saneamento. Realizada em dois formatos, o primeiro deles, a capacitação de gestão das águas, é voltada exclusivamente para a comunidade, enquanto o outro formato, de gestão organizacional, para a diretoria da associação responsável pela interlocução do Sanear Amazonas.

A capacitação foi realizada nas comunidades de Monte Tabor, Vila Efraim e Bacabal, ambas localizadas na Resex do Rio Jutaí. Foram apresentados os principais aspectos relacionados à tecnologia social, já preparando as comunidades para as tecnologias que irão receber. Assim, eles poderão realizar a autogestão desse processo.

Outro aspecto abordado na capacitação está relacionado aos benefícios adquiridos com a tecnologia social, que envolve o saneamento e a qualidade da água.  Nas comunidades visitadas, as famílias moram em terra firme Às margens de ressacas, que ficam distante das margens do rio, então quando é período de cheia, a água chega até as casas. Entretanto durante o verão, os rios secam, distanciando-se das moradias, sendo o percurso até a margem distante e escaldante pelo sol e a água que restam nas ressacas muito quente. Assim, não dá para buscar e usar a água. A situação atinge a higiene dos comunitários, já que a temperatura começa a amenizar a partir das 22h, que é o horário que eles descem até o rio para banhar-se. A tecnologia vai trazer um benefício muito grande nesse sentido, de captação de água para uso na residência.

Por isso, é importante que se entenda todo o processo de implementação das tecnologias sociais, já que desta forma a compreensão das mudanças que elas trarão a comunidade alcança melhor êxito. Compreendendo o cuidado que se deve ter com a tecnologia e o envolvimento da comunidade nesse processo organizacional permitirá maior envolvimento de todos quanto aos cuidados e manutenção das tecnologias. Não apenas sob o aspecto técnico, mas no financeiro e organizacional.

O objetivo maior da capacitação é a mobilização social e política, para a importância da tecnologia, os benefícios à saúde e bem-estar da comunidade, já que o envolvimento exerce uma parcela ímpar na implementação da política pública.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*