Memorial Chico Mendes e a Associação dos Produtores Rurais de Carauari prestigiam lançamento da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA)

Com o objetivo de criar uma rede de apoio com empresas com responsabilidade social para compartilhar experiências com projetos sociais e promover o desenvolvimento de parcerias, foi lançada no dia 6 de dezembro a Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA). O evento de lançamento foi realizado no auditório do Hotel Tropical, em Manaus e representantes da Associação dos Produtores Rurais de Carauari e do Memorial Chico Mendes estiveram presentes para ouvir as propostas.

A plataforma pretende ainda identificar soluções inovadoras para o desenvolvimento socioeconômico das populações amazônicas aliado à preservação da floresta.

Leia também: Em Carauari-AM, 53 comunidades são beneficiadas com a inauguração de balsa para escoamento da produção

O evento contou com a presença de representantes de empresas, organizações não governamentais, associações de produtores rurais e de proteção ao meio ambiente, e foi organizado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) e Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT), com apoio do Centro da Indústria do Estado do Amazonas.

Para Clodoaldo Pontes, coordenador técnico do Memorial Chico Mendes, o evento é uma oportunidade de debater, de ouvir as propostas dos parceiros e participar das ações.

Segundo Talia Bonfante, representante da empresa Natura no evento, a proposta é de engajamento das empresas que poderão estar juntas compartilhando interesses, saberes e potencializando ações. “O PPA pretende ser mais uma fonte de atuação na Amazônia, a natura é só um dos atores dentro desse contexto e o nosso papel é fazer essa articulação pois sozinhos não conseguimos suprir toda a demanda. Para nós essa divisão de tarefas pode nos trazer resultados maiores onde haverá uma relação de ganho-a-ganho que é boa para todos”, disse.

Leia mais:

Preço do açaí no Médio Juruá não remunera o trabalho do extrativista, diz pesquisador

Projeto Sanear na Voz do Brasil

Fórum de Desenvolvimento Territorial do Médio Juruá apresenta desafios e conquistas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*